2017 - 20

Em parceira com Alexandre Gwaz

 

Performance musical: 

Bateria acústica, computadores, equipamento de gravação, luzes de LED, 4 cartazes impressos em papel fotográfico

Registro em MP3 e Vinil (100 exemplares)

Evento homônimo com performances musicais de Stéfanie Egedy, Gustavo Torres e André Damião. 

 

 

1/17

A performance Toque Aquela Música consistiu na gravação ao vivo de um disco de cinco faixas. Intitulado “Toque até morrer”, ele é a versão fantasma de outro disco, aquele que eu deveria ter gravado com minha banda de adolescência dez anos antes. Ele segue à risca as partituras originais, mas contém apenas a parte que me cabia à época: a bateria.

 

A performance, na realidade, havia começado alguns meses antes: pois ela envolveu todo o processo de reaprendizado do instrumento, com o qual eu não tinha contato desde então. Forçando o corpo de volta ao vigor do passado, Toque Aquela Música buscou apontar para o caráter quase mítico da “banda” como esse primeiro lugar de encontros, afetos e trocas entre amigos. Mas também, por um jogo de ausências, para a turbulenta passagem à vida adulta, muitas vezes sufocando esses impulsos, desejos e iniciativas da juventude.

Toque Aquela Música foi também o nome do evento por mim organizado no espaço BREU, no dia 2 de dezembro de 2017, que contou ainda com performances sonoras inéditas dos convidados Stefanie Egedy, Gustavo Torres e André Damião.